Sim, porque eu estou me sentindo estranho o suficiente pra fazer um post em cima do outro.

September 23, 2009 § 1 Comment

Eu já postei esse vídeo alguns meses antes no Malandricus. Ou foi a letra. Agora não faz muita diferença mesmo, mas é o tipo de coisa que eu literalmente estou sentindo.

Eu me sinto desde algum tempo uma mistura meio estranha entre os opostos. Não um equilíbrio, não uma mescla. Branco e preto, dançando, mas sem misturar. Sem tons de cinza.

Meio que uma máscara de Rorschach.

A gente passa uma vida tentando criar paradigmas de comportamento aplicáveis às situações que se apresentam.

Doente, procure um médico.

Triste, procure amigos.

Cansado, procure uma cama.

E a gente vai consolidando isso como nossa personalidade. E eu não acho isso errado! Quem me conhece ou se deu ao trabalho de ler o que eu escrevi meses atrás (até mesmo anos) vai ver que eu sempre gostei de procurar um padrão nas coisas e no mundo.

Entender as Leis que regem as nossas vidas.

O problema com esse tipo de coisa é que a gente se acomoda, e deixa as regras guiarem nossas escolhas, num imperativo categórico BURRO, uma vez que nos impede de refletir sobre as coisas que acontecem.

Então a gente tem que ter a vontade de entender as coisas e ter uma opinião razoavelmente coerente e coesa com o mundo, mas também tem que saber descartar nossas opiniões e pensamentos, como a máscara que nossa personalidade de fato é.

E sim, de vez em quando você tem que QUEIMAR tudo o que você pensa, sente e acha.

E esse blog está virando uma elegia à essa mudança, porque, cáspita, estamos envelhecendo, e eu ainda me sinto na melhor fase da minha vida (porque apesar dos pesares, está melhorando SIM!).

You told me that your 20 years have gone by much too fast
And you’ve been hoping this year will be better than the last
You said you’ve been waging a war against the loneliest of nights
With the strongest drinks and longest lines
It’s not that big of a surprise
That you’re feeling more dead than alive
You’re feeling more dead than alive

So I’ll let you know
If you need, somewhere to go
I’ll be listening when you call
And I’ll be there if you fall off
If you need someone to believe in you,
I’ll let you know I will

You said the hole in your head has gotten bigger than the hole that’s in your chest
And you’re stuck between the past and the present tense
You said you’ve been waging a war against so many years of lies
With stronger drinks and longer lines
It’s not that big a surprise
That you’re feeling more dead than alive
You’re feeling more dead than alive

So I’ll let you know
If you need, somewhere to go
I’ll be listening when you call
And I’ll be there if you fall off
If you need someone to believe in you,
I’ll let you know I will

But sometimes… YOU GOTTA LET IT GO!

So this pen is starting to become
A pipe bomb and these songs
Have turned to anthems again
To everything that’s changed and to everything that’s gone away
Here are my condolences tot he future I never met
It’s gone and never coming back, it’s not coming back
So don’t hold on to your past, you gotta let it go

‘Cause friends leave as time fades away
The people and the places along the way
Without a doubt
Screws fall in and screws they fall out

Tomorrow’s gone up in smoke
And I wonder when I’m alone
Where’d my convictions go
So to everyone that’s gone away
Or fades away or stays the same
Here are my apologies to the person that I used to be
Before I burned down every bridge and every inch
Of everything I used to know, I gotta let it go

Friends leave as time fades away
The people and the places along the way
So don’t hold on to your past
No, it’s never coming back, you gotta let it go

About these ads

§ One Response to Sim, porque eu estou me sentindo estranho o suficiente pra fazer um post em cima do outro.

  • Ruthinha says:

    As vezes somos muito cercados de regras que nem sempre são a maneira mais certa de agir e esqueçemos de pensar com a própria cabeça. Há algum tempo entrei em um processo de libertar a mente, agindo sempre com bom senso, de maneira que não prejudique ninguém. Beijoo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Sim, porque eu estou me sentindo estranho o suficiente pra fazer um post em cima do outro. at AnarcoBlog.

meta

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 742 other followers

%d bloggers like this: