Feliz Natal.

December 24, 2013 § 2 Comments

Queria mandar uma mensagem de natal, meio sem quê e nem por quê. Sem um tema definitivo ou definidor. Então vamos lá.

A Cristandade comemora em 25 de dezembro o natal, assim entendido como o nascimento de Cristo.

A bem da verdade, acredita-se que Jesus nasceu em 4 de outubro e que a igreja malvada transportou o natal para destruir fés pagãs que tinham sua festa mais importante do ano em 25 de dezembro. Isso é meia verdade, com certeza. Talvez inteira, mas com certeza meia verdade.

Isso porque em 25 de dezembro se comemora (no hemisfério norte) o retorno do sol ao seu movimento ascendente. Sim, o Sol se movimenta entre os trópicos (de Câncer e de Capricórnio) e no dia 21 de dezembro ele está sobre o trópico de Capricórnio (no hemisfério norte o ponto mais longe e extremo do inverno), passa três dias “morto” e depois, no dia 25, retoma seu movimento de retorno.

O natal é o retorno do sol.

Sol que pros antigos representava a esperança, a fé de que as próximas colheitas aconteceriam, de que eles iam sobreviver mais um inverno e que ia dar tudo certo. Na noite mais negra do ano se uniam para celebrar a vida. Compartilhavam o pão porque era o que poderia ser feito. Deixavam as mágoas de lado para compartilhar o calor do fogo e de uma refeição quente. Seria muito idiota desperdiçar recursos com duas fogueiras.

Por isso faz sentido que se comemore o nascimento de Jesus nessa data. É possível que a igreja quisesse competir com as demais fés, sim. Mas é possível que seja mera coerência de uma época há muito esquecida.

Eu gosto de pensar que toda a energia que temos é oriunda do sol. Ele aquece as águas que chovem em lugares mais altos e movimentam aqs hidrelétricas. Vegetais se alimentam de sol e viram madeira (e consequentemente carvão mineral). Plantas, animais que comem as plantas (e consequentemente animais que morrem e viram petróleo). Mas eu estaria ignorando os minerais radioativos e o núcleo do planeta, decaindo em radiação que emite calor, mas isso estaria ignorando que tudo que é mais pesado que o hidrogênio nasceu no coração das estrelas.

E o hidrogênio, bom, esse nasceu no Big Bang… Mas somos incapazes de imaginar de onde veio ou como foi o Big Bang. Então, por incapacidade de cogitar o Big Bang, vamos pensar no sol e, por uma noite, agradecer por ele existir. Sem ele, nossa vida, tal qual somos capazes de imaginar, não existiria.

Todos devemos nossas vidas a 60 centímetros de terra fértil e negra, coberta de um manto de oceanos, e ao fato que chove.

E esse é o meu desejo de natal a todos sejam felizes entre o Céu e a Terra, com os pés tocando nosso planeta, negro e fértil e com a cabeça almejando as estrelas.

 

About these ads

Tagged: , , ,

§ 2 Responses to Feliz Natal.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Feliz Natal. at AnarcoBlog.

meta

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 742 other followers

%d bloggers like this: