Bota pra Poder!

April 26, 2008 § 1 Comment

Um assunto que sempre me persegue é a questão do Poder na vida de uma pessoa.

Um dos melhores livros que eu li durante a faculdade foi “Quem é o Povo?”, no qual um alemão qualquer (se não me falaha a memória) procura desvendar quem é aquele Povo ao qual a Constituição Federal se refere quando diz que todo poder emana do Povo e em nome dele deve ser exercido.

Mas esse texto não é sobre o Povo, é sobre Poder, e o que o livro traz de útil para esse post é o fato de que em alemão a palavra para “Poder” e para “Violência” é a mesma.

Isso ilustra muito bem o fato de que a maioria das pessoas identifica Poder com Violência o que, em minha opinião é um erro.

Violência é uma forma de Poder. Uma forma perigosa porque se você usar de Poder pra ir pra cama com uma mulher você pode ir pra cadeia pra virar mulherzinha na base do Poder dos outros presos.

Ainda assim, violência é uma forma de poder. Assim como o carisma, dinheiro, suborno, sedução, lábia, beleza, inteligência ou qualquer outra coisa ou habilidade que te permita controlar o resultado de determinado evento.

Poder é controle.

Se você tem o controle sobre o seu corpo, suas relações sociais, se você mantém o auto-controle, você está exercendo poder sobre sua vida.

Obviamente os vetores que determinam a resultante das relações de poder são os mais amplos possíveis. Imagine uma situação de agressão iminente: você pode brigar, subornar o agressor, conversar, subornar um guarda, correr mais rápido que o agressor. De qualquer forma você evitou o outcome ruim: apanhar.

Isso em si é motivo suficiente para mim para querer estar em pleno controle da minha vida: não me tornar mais uma vítima.

I’ve been there. I’ve done that.

Estar a fim de uma menina e não conseguir ficar com ela é muito ruim. Especialmente quando dois meses depois ela morre num acidente de carro.

A vida não manda flores, normalmente você tem que colhê-las.

Obviamente, se você esperar bastante tempo elas podem nascer sozinhas. Do seu cadáver depois que você morrer.

Malandricus sempre foi sobre self improvement. Por mais que nós neguemos e que afirmemos que estamos aqui só pra curtir, Malandricus sempre foi sobre melhorar. Sobre aprender com os erros. Sobre dar um passo adiante. E sobre estar no controle da própria vida.

Porque quem não é jogador é carta ou ficha.

§ One Response to Bota pra Poder!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Bota pra Poder! at AnarcoBlog.

meta

%d bloggers like this: