Pílula azul é coisa de broxa. Quem tem pica grossa escolhe a vermelha.

November 3, 2008 § 15 Comments

Como a maioria das pessoas que me conhecem sabem, eu sou um apaixonado declarado por cold read e body language.

Durante anos eu estudei e treinei isso. É de fato um prazer descobrir o significado oculto das frases, pedidos e palavras que uma pessoa deixa escapar. Como sói ocorrer, os detalhes são a coisa mais importante nisso tudo.

Um elemento interessante é o fato de que, no começo, toda a leitura que você faz é justificável. Você entende que a menina que está dando em cima de você fala que tem namorado não é pelo prazer de te fazer se sentir impotente e rejeitado, mas sim porque, se for para ela trocar de relacionamento, pelo menos que seja por alçguém que tem coragem de lutar abertamente por ela e não se abala com o desafio.

Self-Confidence rulez, brow.

Durante um tempo é tudo lógico, é claro e explicável, e faz todo o sentido do mundo.

O problema é que depois você vai percebendo que nem tudo o que você sente é explicável ou faz sentido. Sabe aquela coisa que bate no canto direito de trás da nuca?

Então, aquela sensação tá te falando alguma coisa, e você não sabe por que, mas sabe que se confiar nela, vai se machucar bem menos.

Obviamente você pode a ignorar e falar que “está imaginando coisas”, mas sabe… você não molda a realidade às suas explicações, você molda as suas explicações à realidade. E se o seu modelo de pensamento e de mundo não explica tudo, mude o modelo.

You have to free your mind.

Advertisements

§ 15 Responses to Pílula azul é coisa de broxa. Quem tem pica grossa escolhe a vermelha.

  • Duas coisas:

    1° – sou da opinião que sentimento não se explica, muito menos se entende (segundo Clarice: não se preocupe em entender, viver ultrapassa);

    2° – cuidado com a leitura que podem fazer a respeito das tuas palavras – a contra-partida também vale! rsrs

    Abraços

    Like

  • Juremeiro Preto says:

    Ih, já começou errando: a mina que faz atrai-e-rejeita está sim interessada no barato proporcionado pelo poder de rejeitar.
    Mulheres sao viciadas em atrair atenção, se sentirem “poderosas”, como elas mesmas dizem.

    Parece entao, que nao é o modelo que é imperfeito, mas sim suas deduções.

    Outra coisa: a mina aí de cima é dessas que vai se fuder na vida.
    Vê um cafa, dá pra ele, toma pé na bunda e repete o ciclo. Logo logo tá mais larga que cartola de mágico, vira mãe solteira ou pega uma DST fudida, só porque “seguiu seu coração”.
    Em outras palavras, nao procurou saber a origem dos seus sentimentos e por isso tomou no cu. To cansado de ver mulher assim.
    Aqui no trampo tá cheio de mae solteira e coroa que virou titia, todas dando em cima desse garotao rico, bonito e inteligente (e humilde, é claro!).
    Rendem umas boas risadas!

    Like

  • anarcoplayba says:

    Só pra constar: Não discuto se as mulheres estão te testando ou estão meramente exercendo o Poder que têm. Essa é uma questão que eu acho insondável e que NÃO FAZ DIFERENÇA: Se você passa por uma situação dessas, a única solução que alguém que respeita as próprias gônadas é a de Vencer a mina no Jogo dela. E por “Vencer a Mina” estou querendo dizer: Ser Homem e fazer ela se sentir atraída por você (porque não, atração NÃO é uma escolha).

    Vencer não é, nem de longe, virar um Emo trancado no banheiro triste com o fato de que “o mundo é mau”.

    Se o mundo é mau, seja pior.

    Normalmente eu evito comentar meus próprios textos, mas acho que a metáfora que eu usei foi realmente falha.

    Like

  • Sil S. says:

    Acho que você tem passado tempo demais filosofando sobre formas de pegar mulher. Vai lá e pega, porra; não é essa a idéia do body language?

    Like

  • anarcoplayba says:

    Caralho! Esse não é um ost sobre catar mulher! É um post sobre você se abrir sobre a possibilidade de que nem tudo no mundo é racional e materialista!

    AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!

    E eu já peguei mulher o suficiente pra parar de me preocupar com isso e passar a filosofar!

    Like

  • Anonymous says:

    anarcoplayba me corrija se eu estiver enganado … posso estar pulando alguns capítulos longos de um papo que duraria horas (talvez dias) “…nem tudo no mundo é racional e materialista.” … não estaríamos falando de AFETO? não usei a palavra AMOR porque esta vai desde “fazer amor” passando por “amo meus filhos” e terminando em “amar a deus sobre todas as coisas”… os gregos tinham 4 ou 5 palavras diferentes para dizer ‘amor’… em portugues contemporânea temos apenas uma…. tem mais! ser sensível não rouba a masculinidade de ninguém, alias muito pelo contrario os homens estóicos são muito mais fortes e não menos sensíveis …

    Like

  • anarcoplayba says:

    Caro Anônimo (ou Anônima), para falar a verdade, não, não estou me referindo à isso, até mesmo pq, razão é processo, afeto é mérito. Nada impede que você sinta afeto e lide com esse sentimento de forma racional: Sinto afeto por alguém, logo vou conquistá-la.

    Esse post é sobre admitir a possibilidade de que existam outros sentidos que servem tão bem para guiar a sua vida quanto os seus cinco sentidos padrão. É sobre você não ver nada, não ouvir nada, não cheirar nada, não tocar nada, não provar nada e mesmo assim SABER que tem algo por trás.

    Afinal, se você não tem dados (pressupostos), como você pode chegar à uma conclusão? Isso é “errado”. Porém você chega à uma conclusão, e ela está certa. Então você tem duas possibilidades: passar o resto da vida repetindo o mantra “coincidência” ou admitir que talvez você esteja diante de um fato que necessita de uma nova postura para ser entendido.

    Talvez você tenha que enxergar o mundo de ponta cabeça (como O Enforcado ou como Odin) pra entender como as coisas funcionam. You have to free your mind, Neo. Deixe de lado as regras que o mundo te impôs.

    Eu falei de uma situação hipotética de uma mulher, mas poderia falar do seu irmão, de um amigo, de sua família, de seus professores, de qualquer relação interpessoal, porque Body Language e Cold Read é sobre perceber o que está por trás do que nos apresentam, sobre ler as entrelinhas. É sobre percepção.

    Like

  • Anonymous says:

    anarcoplayba por favor tenho um presente para ti, é de coração (de cuore)…

    por favor abra fora do trabalho … é necessário que pretes atenção

    Like

  • anarcoplayba says:

    Vou abrir em casa, não se preocupe: O escritório não abre youtube… :)

    Like

  • Juremeiro Preto says:

    Ta dando pano pra manga esse texto, hein! PQP!
    Acho que vou começar um blog, pois já saquei que isso é um ótimo jeito de comer meninha (é que pelos comentarios sem pé nem cabeça daqui dá pra concluir que a maioria dos leitores é mulher, rárárá!), além de ser louco escrever um monte de coisa inutil, hehehe.

    Like

  • anarcoplayba says:

    Eu ia falar que é o primeiro texto do Anarcoblog que quebrou a casa dos dois dígitos de comentários, mas como parte deles é minha, não conta.

    E cara, acredite, escrever um monte de coisa inútil é divertido rpa caralho…

    Like

  • A-do-ro caras patéticos e metidos a engraçadinhos! Principalmente os de pau grande e auto-estima minúscula…

    PS para o dono do blog: não pude resistir, sorry… ;-)

    Like

  • Juremeiro Preto says:

    bruna,
    Vamos ver se eu entendi: tem que ter pau grande porque senao voce nao sente nada?
    O lance da baixa auto estima tá na cara: assim fica mais fácil convencer o cara a transar com vc!

    Like

  • anarcoplayba says:

    Ow, Galera, de boa, Eu entendo que tenhamos opiniões passionais a respeito da interação entre os sexos, mas ataques pessoais não rolam.

    Xinguem idéias. Isso aqui ainda é sobre idéias. Se quiserem eu a gente marca um chat pra discutir pica grossa, auto-estima, sentimentos e sexo oral.

    Like

  • Paulo says:

    Gostei muito da sua maneira criativa de analisar o que tem por trás do que a gente percebe ou mostram a gente.
    Já dizia o cientista lavoisier: ” Na natureza, nada se cria, nada se perde,tudo se transforma”. Para melhor, ou para facilitar o entendimento ou a compreensão das coisas.

    Peace of mind.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Pílula azul é coisa de broxa. Quem tem pica grossa escolhe a vermelha. at AnarcoBlog.

meta

%d bloggers like this: