Efeito Colateral.

November 22, 2008 § 3 Comments

Falemos de coisas amenas.

Já perceberam que alguns filmes mexem com a gente, mesmo sem ter muito motivo?

Acabei de assistir a “Colateral” pela terceira vez (na minha vida, não na minha noite) e eu não sei porque… mas me sinto… estranho.

Sobre o quê fala Colateral? Na prática é um filme de ação. Um filme de ação com uma fotografia excelente. Um filme de ação com uma história boa.

Sabe, esse é um dos momentos nos quais eu odeio ser eu mesmo e não ser capaz de falar: “Iiiiiiissaaaaa! O Tom Cruise sentou o dedo na galera!”

Colateral não é sobre o Tom Cruise sentando o dedo na galera.

E eu não sei falar sobre o que Colateral fala. Eu citaria sem medo a melhor cena do filme na minha opinião (a cena na qual Max decide que nada mais importa). E saberia falar que o Budismo do Vincent é foda (pra que se importar? Pras estrelas, nada importa mesmo…).

Mas por que esse filme me deixa triste? Não sei se saberia explicar. Talvez porque ainda no final, Vincent não se importe se ele vive ou morre, e é coerente até o fim. Talvez porque max se importe com Vincent, sendo coerente até o fim. Talvez porque ambos se vejam como antagonistas necessários em um drama humano.

Talvez seja admiração. Até o final eles foram coerentes com suas opiniões sobre o mundo e sobre a vida (com “v” minúsculo mesmo).

Sua coerência é seu escudo. Sua inteligência sua lança.

E agora estou em Brasília num quarto de hotel, me olhando no espelho enquanto escrevo. Na TV passa um filme ruim do Nicholas Cage e enquanto isso ao redor do mundo pessoas nascem e morrem. No somatório, o que está acontecendo?

O mundo está se tornando um pouquinho melhor ou um pouquinho pior? O otimista vê o copo meio cheio, o pessimista meio vazio… e eu?

Acho que não importa se o copo está meio cheio ou meio vazio… a pergunta é: “A água é boa?”

Se ela for… se for limpa… meio cheio ou meio vazio não faz muita diferença. Porque não se precisa de muita água pra germinar uma semente.

Sabe… acho que eu até gostaria de escrever mais… mas acho que melhor que isso, o post não fica.

Além disso… era pra falar de coisas amenas.

Advertisements

§ 3 Responses to Efeito Colateral.

  • sil s. says:

    Ptz, a poeira de Brasília já tá te afetando.

    Like

  • O Juremeiro Preto! says:

    Não é nada surpreendente que esses pensamentos obscuros venham à tona em Brasília, uma cidade onde só tem puta e político (o que no fundo dá no mesmo).

    Saia daí e vá curtir uma praia em Salvador, meu rei.
    Lá nao precisa de dinheiro nao, a carne é dura e é beleza pura.

    Like

  • O Juremeiro Preto! says:

    Notícia bombástica e de repercussões cósmicas:

    Junior (mais conhecido como sandyjunior) está com uma banda nova de rock, chamada 9 Mil Anjos (nao é piada nao, o fato e o nome estão corretos).

    Porque voce nao faz uma critica do cd deles?

    PS: eu entrei no site e fiz 2 sugestões para um novo nome mais condizente com o estilo deles:
    The Boyolas ou 9 Mil Ânus

    Espero que eles gostem!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Efeito Colateral. at AnarcoBlog.

meta

%d bloggers like this: