Segregalismo.

December 22, 2010 § 9 Comments

Há alguns meses começamos um blog coletivo de humor.

Pessoalmente, escrevi poucos posts. Há alguns anos eu não tenho me dedicado de forma consciente ao humor. Humor deixou de ser fim e passou a ser meio. Uma piada no meio de um texto pesado para tentar confortar o leitor.

A o nome do blog surgiu de uma piada recorrente no grupo: Segregalistas.

Há algum tempo atrás uma amiga Comunista me questionou por que eu gostava de segregar as pessoas. Daí surgiu o nome: Segregalistas.

A discussão que levou ao nome não dizia respeito, propriamente, a segregar as pessoas. Tanto não dizia respeito que o “Manifesto Segregalista” deixa bem claro: ós não segregamos as pessoas: nós deixamos que elas se segreguem.

Pessoas são diferentes. Essa tese da total e completa igualdade entre os seres humanos é errada, e qualquer tentativa de imposição dessa visão de mundo é um movimento de massa e, doravante, fascista.

Não se questionam fatos com argumentos. Se você é destro, tenta escrever com a mão esquerda. Saiu uma merda, né? Viu: você é diferente de um canhoto.

Você não gosta das mesmas músicas que todos os outros, não lê os mesmos livros, não vê os mesmos filmes, não escreve as mesmas palavras, não fez a mesma faculdade, não canta igual, não corre igual, não enxerga igual.

Quantas pessoas da sua escola fizeram a mesma faculdade que você? O mesmo curso? Seus irmãos são iguais a você?

Não, não são. Citando meu Mestre: Vivemos num mundo de diferenças e diferentes.

Obviamente isso não significa que devamos viver em um mundo de cão come cão, no qual uns explorem os outros.

Por que não?

Porque um mundo melhor é possível. Mas tergiverso.

As diferenças e diferentes não são ruins, de forma alguma. E, pessoalmente, por questões mais ou menos religiosas, defendo que conquanto pessoas sejam diferentes, todos possuem o potencial para melhorar, amadurecer, crescer e se desenvolver.

Todos a seu tempo.

É verdade que alguns demoram mais, outros demoram menos, mas é o tempo de cada um, e cumpre àqueles que já passaram por aquelas etapas ter paciência com os que não passaram.

Mas isso ter paciência não significa ser permissivo. O papel de criança é ser criança, o papel do adulto é ser adulto, e não se coloca uma criança no meio dos adultos: Deixa ela brincar até estar pronta pra sair do playground.

Criança que não passa na prova, repete de ano até estar pronta. É verdade que ela não vai ser formar com os amiguinhos que entraram com ela, mas todos têm seu tempo.

§ 9 Responses to Segregalismo.

  • Nina says:

    Pois é…

    E se vc repete de ano uma…duas….três…quatro vezes, e com 20 anos ainda não saiu do primeiro ano do Ensino Médio, o mundo pode te engolir.

    Porque todos têm seu tempo. O mundo inclusive. Seus amigos, sua famíia, seu chefe.
    E as vezes o tempo passou, as oportunidades se foram, e o trêm que ia direto para onde vc almeja, já partiu.

    Like

  • Eurico Rocco says:

    As vezes não conseguir aprender também é um aprendizado valioso.

    Like

  • Eurico Rocco says:

    As vezes não conseguir aprender também é um aprendizado valioso.

    http://www.delitosperdidos.blogspot.com/

    Like

    • Nina says:

      Se vc entender porque não está conseguindo aprender e tomar uma atitude a respeito, concordo.

      Agora, não conseguir aprender e insistir no erro, não é algo necessariamente tão valioso.

      O valor está em você, e você só consegue atribuí-lo quando entende que nào está aprendendo………. e, talvez aí, aprenda.

      Like

    • Anarcoplayba says:

      Pera. Contradição lógica completa: Não Aprender exclui, por definição negativa, o aprendizado.

      Se você aprende algo com o não aprender, o aprendizado é que tem valor, não o que você não aprendeu.

      Se você bombou em matemática e teve a chance de aprender a lidar com suas dificuldades, lidar com as dificuldades foi um aprendizado, não a matemática.

      Ou seja: todo aprendizado é válido, não aprender que é negativo.

      Like

  • Karina says:

    Vim ver se teria e-letter.
    É curioso como o tempo corre. E onde eu estava, e o que se passava, e o que eu sentia nesta mesma época ano passado. Que venha o próximo! Com muita saúde, muitos sorrisos, alguns tropeços e muito aprendizado para todos nós.
    Uma boa noite de natal para vc e o pessoal aqui.
    Bjos.

    Like

    • Anarcoplayba says:

      Pra vc tbm, Ká.

      As E-Letters deram uma pausa: não faz muito sentido escrever muitas e-letters quando o que eu tenho para falar pode ser dito pessoalmente, ou quando eu não preciso mais ficar horas dentro de um avião sem conexão à internet.

      A idéia, porém, continua.

      ;)

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Segregalismo. at AnarcoBlog.

meta

%d bloggers like this: