Saudades do Futuro.

January 9, 2017 § 2 Comments

Deveria existir uma palavra para saudades do futuro.

O ser humano vive crucificado entre o passado, o presente e o futuro. Carrega as cicatrizes do caminho, tem as mão ocupadas de presente e a cabeça cheia de futuro.

Na verdade, o futuro é uma parte importante do presente. Afinal, se soubessem se a morte é mesmo um sono sem sonhos, nada daria ao infortúnio tão longa vida. Objetivos sonhos e metas orientam. Ninguém planta uma árvore que sabe não vai nascer, cozinha um prato que sabe vai queimar ou dormiria se soubesse não acordar.

Vive-se, na pior das hipóteses, para ter um futuro. Ainda que ruim. Melhor amputar a gangrena do que gangrenar até a morte. Não que amputar seja bom, ou aleijar seja agradável. Mas ter uma vida para amputar e aleijar ainda é melhor que vida nenhuma at all.

Um ser humano saudável, porém, faz planos. E isso é bom. Raramente um construtor começa a empilhar tijolos pra ver no que dá. Não creio que um marceneiro golpeie a árvore até nascer um armário. Nem que um autor escorregue no banheiro, bata o coccix (que talvez não tenha esse nome anatômico, mas é um excelente nome pra um ossinho que dói muito quando batido) e de repente, pá, escreveu um romance.

Seres humanos saudáveis fazem planos bons, belos, de felicidade e conquista. Seres humanos sensatos fazem planos com base no presente.

Mas as coisas mudam. A dona aranha sobe pela parede. Mas a chuva forte derruba.

Acontece. A dona aranha não morre. Cai. Se machuca um pouco. Talvez passe umas semanas lambendo as feridas. Se preparando pra nova escalada. (Sim, porque uma aranha nunca se banha no mesmo rio duas vezes. Pera.). Ela recomeça. Talvez dê certo. Talvez não. Mas ela continua planejando o sucesso e, se necessário, readequando os planos.

Mas ninguém fala da saudades dos  antigos planos que morreram.

Deveria haver uma palavra pra saudades do futuro que se perdeu.

Advertisements

§ 2 Responses to Saudades do Futuro.

  • Lucas Faria says:

    Vivi um relacionamento de dois anos no qual fui enganado do primeiro ao último dia. Sequer o nome da minha (ex)parceira era o verdadeiro..

    Apesar disso, tenho saudade desses dois anos. Fazíamos planos, pensávamos em nos casar, viajar, construir família.

    Tenho saudade do futuro que planejávamos “e dos lençóis que não chegamos a sujar”.

    Não sei se fiquei feliz de ter descoberto a verdade. Antes havia o infinito a nossa frente e agora só há o que ficou p/ trás.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Saudades do Futuro. at AnarcoBlog.

meta

%d bloggers like this: